Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 20 de abril de 2012

25 de Abril de 1974 - A revolução dos cravos

Este é um bom exemplo para os meus alunos verem como se faz um bom video em trabalho de pesquisa.
é um trabalho deste género que eu pretendo ou sugiro que se possa fazer, isto para os que se queixaram que NÃO TINHAM TEMPO, ou jeito para fazer maquetes.
ORA REPAREM LÁ COMO SE PODE ESTUDAR EM GRUPO, FAZENDO UM TRABALHO DESTES.

terça-feira, 17 de abril de 2012

Sugestão de trabalhos para o 3º período:

-Construção de uma trincheira da 1ª guerra mundial; - construção de um pátio de Lisboa ou de uma ilha do Porto; - Construção de uma escola da República ou do Estado Novo ou de um pátio de recreio; - Reprodução da ponte 25 de Abril ou ponte Vasco da Gama; - reprodução do Cristo-rei; - reprodução do padrão dos descobrimentos; - Reprodução do Estádio Nacional; - Reprodução de uma sala de cinema ou de teatro; - Reprodução de um shopping center, de uma padaria, mercearia, talho, peixaria, restaurante, numa vila ou cidade atual, etc; - reprodução de um ginásio em atividade; - reprodução de uma rua da cidade com transportes e outros elementos; - Reprodução de uma barragem; - Reprodução de um quartel de bombeiros ou a simulação de um combate a um incêndio; - Simulação de um pronto – socorro do Inem; - Simulação ou recriação de um aeroporto; - Reprodução da praça de comércio no 25 de Abril; - Reprodução de estúdio de rádio; - Simulação de um cenário de combate na guerra colonial; - Simulação de uma agressão pela PIDE a presos; - simulação ou representação da censura; -simulação de uma manifestação; - simulação de uma assembleia de voto; - simulação da Assembleia da República; - construção de um campo agrícola ou de agro-pecuária; - Reprodução de uma estação de comboios; - Reprodução de uma estação de correios; - usando as ideias/imagens da aldeia de José franco para poder criar um alfaiate, ou um moinho, uma adega, uma taberna, etc referentes ao Portugal rural do Estado Novo; Para retirar algumas ideias na construção do trabalho devem consultar os links que vou adicionando na página ao lado e no local indicando pelo título específico.

domingo, 15 de abril de 2012

Tarefa: Copiar os textos do powerpoint, como forma de estudo, para o caderno diário até à data limite de 23 de Abril de 2012.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

O ensino e a população em Portugal no século XIX

D. CARLOS

Malhoa

antigas profissões

ofícios

A vida na cidade em Portugal no século XIX

A vida no campo em Portugal no século XIX

A arte e a cultura em Portugal do século XIX

domingo, 26 de fevereiro de 2012

automóveis antigos

Os transportes, os meios e as vias de comunicação em Portugal do século XIX

La historia del Ford T

150 Anos dos Caminhos de Ferro em Portugal - Parte 1

barco a vapor - excerto do titanic.wmv

a indústria na segunda metade do século XIX

A evolução e modernização da agriculturado século XIX

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Adeste fideles - Venite Adoremus - Pavarotti



Pavarotti canta uma música de Natal que é atribuída ao nosso rei D. João IV.
Adeste Fideles ( Venham Todos os Fiéis) é um hino usado na Bênção de Natal em França,
Espanha, Portugal e Inglaterra desde fins do século XVIII.
Cantava-se na missão portuguesa em Londres em 1797 e ainda hoje é chamado em muitos países "O Hino Português", Portugese Hymn.
Apesar disto,o organista Vincent Novello atribuiu ...a versão musical a John Reading, que foi organista na Catedral de Winchester de1675-81, e posteriormente na Universidade de Winchester.O hino também tem sido atribuído a San Buenaventura, mas não se encontra mencionado entre as suas obras.
Convida os fiéis a vir a Belém a adorar ao Salvador recém nascido.
Em resumo, se não prestasse não tinha tanta gente a pretender ser o seu autor.
D. João IV que a maioria de nós, portugueses, só conhece como "o RESTAURADOR" é também denominado como O Rei Músico" nasceu em 1604, foi um mecenas da música, das artes e um sofisticado autor; Enquanto reinou possuía uma das maiores bibliotecas de música do mundo.A primeira parte de sua obra musical publicou-se em 1649.
Fez construir uma escola de música em Vila Viçosa (Portugal) que exportava músicos para Espanha e Itália, e foi ali, no seu palácio,que se encontraram dois manuscritos desta obra, infelizmente nenhum assinado.
Esses escritos (1640) são anteriores à versão de 1760 feita por Francis Wade. Entre os seus escritos estão a 'Defesa da Música Moderna (Lisboa,1649) ano em que o rei João IV confrontou o Vaticano para conseguir que se aprovasse a música instrumental nas igrejas.Outra famosa composição sua é a Crux Fidelis, um trabalho que continua a ser popular nos serviços eclesiásticos.

UM MIMO E VOTOS DE UM FELIZ NATAL A TODOS OS MEUS alunos e amigos.
Cá vai a letra que também está no youtube:

Adeste Fideles - Venite AdoremusAdeste fideles laeti triumphantes;
Venite, venite in Bethlehem;
Natum videte regem angelorum:

Venite, adoremus,
Venite, adoremus,
Venite, adoremus, dominum !

Deum de Deo, lumen de lumine,
Gestant puellae viscera;
Deum verum, genitum non factum.

Venite, adoremus,
Venite, adoremus,
Venite, adoremus, dominum !

(Cantet nunc io chorus angelorum,
Cantet nunc aula caelestium,)
Gloria in excelsis Deo !

Venite, adoremus,
Venite, adoremus,
Venite, adoremus, dominum !

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Reconstrução de Lisboa

O Marquês de Pombal - Parte 3

O Marquês de Pombal - Parte 2

O Marquês de Pombal - Parte 1

Vídeo Aula - Cana-de-Açúcar

Ciclo do Ouro ou Mineração

Consciência Negra - Aula 2 - Parte 2 - Emerson Chaberek

Consciência Negra - Aula 1 - Parte 1 - Emerson Chaberek

Navio Negreiro

Maria Antonietta

Marie-Antoinette Ball Scene HD

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Leques

Torre dos Clérigos (Porto, Portugal)

Aqueduto das aguas livres

o ciclo do açúcar e do ouro

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

HGP - Guião de trabalho para criar um e-book ou livro digital

Tema : A MINHA RUA



1 . INTRODUÇÃO

 Como se chama a minha rua;

 Onde fica a minha rua;

 Com que ruas faz fronteira;

(indicar freguesia, indicar com que ruas faz ligação ) Tirar uma foto à placa com o nome da rua e procurar, através da internet a captura da imagem do mapa da rua na internet através do google maps)

 Objectivo deste trabalho: Porque é que estou a fazer este trabalho:

(Melhorar a minha capacidade de investigação e selecção de informação da internet; Ir pesquisar informações na biblioteca municipal sobre a freguesia da minha morada, sobre o seu património, razões que levaram a dar o nome a essa rua, histórias antigas da freguesia; Ir pesquisar à biblioteca da escola algumas informações sobre a história do concelho de Sintra; Ficar a conhecer o local onde moro, rua e freguesia, indicar e analisar quais as vantagens e as desvantagens da rua , da zona e da freguesia; Ter uma atitude cívica e de respeito para com o património, os equipamentos e as pessoas, indicando as razões porque deve ser assim; Ter uma atitude positiva e indicar o que está mal e pode ser melhorado, o que falta e deve haver de preocupação dos nossos governantes em montar. Uma forma prática de estudar uma das matérias de História e Geografia de Portugal, nomeadamente a última parte correspondente ao tema D- “Locais em que vivemos”.)

 Método escolhido para elaborar o trabalho:

(Fazer a pesquisa e a recolha da informação toda necessária para a elaboração do trabalho escrito; Fazer a recolha de fotografias e de imagens que possam documentar o meu trabalho; Recolher as informações das pessoas entrevistadas por escrito, em áudio ou em vídeo. Compilar tudo seguindo a orientação prévia do guião de trabalho; Seguir as orientações dadas nas aulas práticas dadas na Biblioteca sobre como fazer um e - book;)

2. Desenvolvimento do trabalho

 Fazer uma pequena biografia da pessoa homenageada;

Se se tratar de uma data comemorativa, falar sobre ela e o acontecimento que representa; se o nome for “ moinhos”, “sol” “amizade”, “paz”, explicar o que significa a expressão ou palavra e ir até à biblioteca municipal para tentar encontrar alguma explicação para a razão de ter sido dado tal nome à rua, pois pode estar ligado à história antiga da zona, caso de moinhos, o que torna o livro ainda mais interessante.

 Indicar que equipamentos tem a rua ;

(ecoponto, paragem de autocarro, passadeiras, caixotes de lixo, lojas de que tipo, centro de saúde, bombeiros, polícia, correios, ginásio, consultórios de médicos, centros de estudos, centro de análises clínicas, igreja, restaurantes, cafés, como está a estrada da rua, como estão as valetas, os esgotos das ruas quando chove escoam a água ou faz poças, semáforos, rotundas, sinais de trânsito etc.)

(Tirar fotos, as que quiserem destes equipamentos para documentar o que forem informando)

 Que tipo de prédios existem, ( com muitos andares, com poucos, com vivendas) Se estão cuidados, pintados, ou as paredes estão sujas, grafitadas, a cair. Se há muros, em que estado é que estão. Se há jardins, parques infantis, zonas de recreio e lazer, campos de jogos, etc.) (Tirar fotos, as que quiserem sobre esta questão.)

 Quais as vantagens que há em morar naquela rua;

(ex: fica perto da escola, da mata onde posso ir brincar, andar de bicicleta, ou jogar às escondidas com os meus amigos; fica perto do centro de estudos onde posso ir a pé; fica perto do supermercado ou da mercearia ou da padaria, ou da pastelaria onde costume ir lanchar ou fazer recados à minha mãe, etc.)

(Tirar fotos, as que quiserem sobre esta questão.)

 Quais as desvantagens em morar naquela rua;

(ex: As pessoas atiram o lixo pela janela ou põem o lixo no chão e não usam o caixote de lixo, os homens da recolha de lixo não o fazem todos os dias ou quando o fazem não são cuidadosos e os caixotes estão todos estragados, as pessoas que vem passear os cães à rua não apanham os dejectos dos seus bichinhos e ficam espalhados e as pessoas pisam e é um nojo; pessoas que cospem para o chão, prédios sem condomínio e sem limpeza; os varredores das ruas não aparecem e não fazem o trabalho; os carros estacionam mal e em filas duplas e causam grandes confusões no trânsito, etc.)

(Tirar fotos, as que quiserem sobre esta questão.)

 Fazer pelo menos duas entrevistas a dois moradores da rua, podem ser até os pais, os amigos, pessoas que conheçam bem. As entrevistas podem ser escritas, podem ser gravadas ou até filmadas. (Não se esqueçam nunca que a primeira coisa que se deve fazer é : explicar à pessoa para que é a entrevista e pedir autorização para publicar ou filmar ou gravar o que disser.)

Guia da entrevista:

I_ Nome da pessoa; idade; sexo; estado civil; profissão; situação de emprego; Há quanto tempo mora na rua;

II – Quais as vantagens que encontra nesta rua (indique pelo menos 2 vantagens);

III – indique as desvantagens que encontra nesta rua (Indique pelo menos 2);

IV – O que é que acha que faz falta nesta rua?

V – Quais são os principais problemas que encontra nesta zona?

3. Conclusão do trabalho.

 Depois de tudo o que pesquisou, compilou, informou e investigou qual a conclusão deste trabalho:

(o que está bem feito, o que está mal feito; o que a junta de freguesia e a câmara deviam saber e fazer para melhorar as condições dos moradores; se os moradores são bons cidadãos e respeitam as leis e os equipamentos que todos usam; se as pessoas que ali moram são educadas e não andam sempre a discutir ou a insultar as outras, etc. Se aprendi alguma coisa com este pequeno estudo e para que é que serviu o trabalho, etc.)



Bibliografia consultada:

Livros;

Links;



NOTAS FINAIS:

O trabalho é individual. Tem o valor de uma ficha de avaliação.

A data de entrega do trabalho final é : 5 de Dezembro de 2011

 Deverão ter alguma investigação e alguns elementos, bem como fotos ou imagens para poderem fazer o primeiro ensaio na aprendizagem e primeira criação de um livro digital nos dias 2 e 7 de Novembro de 2011; Não é necessário ter tudo pronto para o trabalho de explicação de como fazer p e-book mas convém que tenham algum trabalho investigado e compilado.

 As informações poderão ser enviadas para o email pessoal de cada aluno, bem como as fotos ou em texto no caderno diário que deverá ser levado para estas aulas no CRE.

 Estabelecer-se-á posteriormente datas para o refazer de informações e ou acrescentar de elementos, bem como as diversas dúvidas que forem surgindo com o desenrolar do trabalho; Devem vir ter com o professor para ir mostrando o avanço do trabalho e para que possam beneficiar de sugestões, bem como de ajuda em tiragem de fotos de cada rua.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

QUADRAS

Perante o domínio filipino

O povo não teve paz

Então com o motim Manuelino

Aprenderam como se faz
Perante os Filipes de Espanha

O povo não queria nada

Mas sem o apoio da nobreza

Meteram-se numa alhada



Márcia Fena, nº 18 – 6º A

domingo, 23 de outubro de 2011

1 de Dezembro de 1640

História Essencial Portugal Vol. 3 (8/8)

A revolta do 1º de Dezembro de 1640

Devido ao descontentamento dos portugueses em relação aos espanhóis, fez com que no dia 1 de Dezembro desse ano, um grupo de nobres portugueses invadissem o Paço da Ribeira e prendesse a representante do rei espanhol em Portugal.


O Secretário de Estado foi morto e lançado à rua por traição à Pátria.
Das janelas do Paço, D. João, Duque de Bragança foi aclamado Rei de Portugal com o título de «D. João IV»


Texto escrito por
Diogo Martins de Jesus
6ºA Nº10

Philip, King of Spain



Este episódio retrata a disputa entre Filipe II de Esoanha e Isabel I de Inglaterra pelo domínio dos mares e, por consequência o domínio do comércio do mundo da altura.
Filipe mandou para o mar a armada invencível, muitos desses navios eram da armada portuguesa que estava sob o domínio filipino.
A armada invencível foi completamente derrotada pela armada inglesa.
Os navios portugueses desapareceram por completo nessa batalha naval. Portugal ficou assim sem qualquer possibilidade de continuar o seu comércio com a índia, sem navios e sem proteção contra os assaltos da pirataria e dos corsários ingleses e holandeses.

Manoel De Oliveira Batalha de Alcácer Quibir excerto do filme Non ...



Este episódio do filme é contado por um capitão, soldado da guerra colonial aos seus companheiros, num acampamento durante a guerra colonial (1961-1974)

El Rei D. Sebastião - José Cid/Quarteto 1111



Fugiu de Alcácer Quibir
El Rei D. Sebastião
Perdeu-se num labirinto
Com seu cavalo real

As bruxas e adivinhos
Nas altas serras beirãs
Juravam que nas manhãs
De cerrado de Nevoeiro
Vinha D. Sebastião

Pastoras e trovadores
Das regiões litorais
Afirmaram terem visto
Perdido entre os pinhais
El Rei D. Sebastião

Ciganos vindos de longe
Falcatos desconhecidos
Tentando iludir o povo
Afirmaram serem eles
El Rei D. Sebastião
E que voltava de novo

Todos foram desmentidos
Condenados às gales
Pois nas praias dos Algarves
Trazidos pelas marés
Encontraram o cavalo
Farrapos do seu gibão
Pedaços de nevoeiro
A espada e o coração
de El Rei D. Sebastião

Fugiu de Alcácer Quibir
El Rei Rei D. Sebastião
E uma lenda nasceu
Entre a bruma do passado
Chamam-lhe o desejado
Pois que nunca mais voltou
El Rei D. Sebastião
El Rei D. Sebastião

Batalha de Alcácer-Quibir

1510 O ouro das Indias

livro de receitas da infanta D-Maria

Piratas do Caribe 1 - Dublado: Parte 6

Piratas do Caribe 1 - Dublado: Parte 5

Piratas do Caribe 1 - Dublado: Parte 4

Piratas do Caribe 1 - Dublado: Parte 3

Os impérios

LEGENDA:
Vermelho/Rosa – Império Espanhol
Azul/Azul claro – Império Português

Nos séculos XV e XVI, os países da Península Ibérica tinham um império colonial vastíssimo.

1. Partindo da informação que o mapa nos dá:
1.1 Identifica os continentes por onde se espalhava o império colonial português no século XVI.
1.2 Identifica os continentes em que a Espanha possuía territórios.

D. Manuel I - "O venturoso"

http://cvc.instituto-camoes.pt/aprender-portugues/ouvir/era-uma-vez-um-rei.html

1492 (Columbus sighting land)

Que rei é responsável pelo traçado do império português?

Um dos nossos reis é responsável pela definição de zonas em que se estendeu o império Português ao longo dos séculos.

- Qual foi o rei?
- Com que nome ficou conhecido para a história?
- de quando a quando é que foi rei?
- Em que século?
- Como se chamou o acordo que fez com Espanha?
- Em que consistia esse acordo sobre os futuros impérios?
- Afinal o que é um império?

D. João II - " O Principe Perfeito"

http://cvc.instituto-camoes.pt/aprender-portugues/ouvir/era-uma-vez-um-rei.html

Grandes Portugueses - D. João II

O império português

domingo, 18 de setembro de 2011

Bem-vindos


A todos os meus jovens estudantes, 6º A, C e E
SEJAM BEM-VINDOS.

Vamos tornar este Blog o nosso cantinho de comunicação, de estudo, troca de opinões e de ideias.

E AGORA VAMOS LÁ!!!!!!!!!!!!